Estou de mal de você...

Marilena Trujillo

 

Estou de mal de você poesia!

Fiz-me poeta por sua culpa...

Sonhei com estrelas e calmaria...

Tornei-me uma sonhadora estúpida.

 

Por você, cometi tanta patifaria,

Velei um amor perfeito na noite...

Presa de um sonho, que anestesia

A brutal solidão, que é um açoite...

 

Estou de mal de você poesia!

Minha realidade é uma aberração...

É arrastado e sonolento o meu dia,

A noite, uma repetida e velha canção...

 

Por você me entreguei feliz aos delírios,

Acreditei... lutei por utopias tantas...

Sangrando a vida em meio aos martírios,

Sufocando doridas lágrimas na garganta....

 

Estou de mal de você poesia!!!

Vejo a vida passar pela janela...

Meu viver é uma terrível melancolia...

A ilusão passou, não sou mais aquela....

 

Por você perdi tudo!...

Estou de mal de você poesia!!!
Mary Trujillo
12.12.2005

 

Respeite os direitos autorais

 

www.maritrujillo.com

 

 

ESTOU DE MAL DE VOCÊ MARY!!

SUELYDAM

 

Nunca imaginei ler isso,

de minha poeta do coração

que nos faz sentir alegria,

amor e emoção

todos os dias, horas,

minutos, segundos,

você que é pura

poesia e alegra meu mundo.

 

Se estamos tristes sorrimos, se carentes, choramos

A magia vive no ar com sua poesia linda

jamais fique de mal da poesia minha linda amiga

como vou ficar aqui sem sua apariçao bem vinda

 

Te proíbo de ficar de mal da poesia,

Sem tua marca, a net ficará triste, não deixarei

meu coração perderá o encanto, a nata

 

porque você é mestra da alegria

a vida perderá a cor, e o sol não brilhará eu sei

fica logo de bem, senão vou fazer passiata!!

SUELYDAM

 

Estou de mal de você
Paulo Nunes
 
Me atrevo a chegar de mansinho entre aquelas que
falam com os anjos, e com o coração assustado,
e com o medo de tua revolta minha poetisa, para
lhe suplicar, não deixa nunca este coração que
bate mais forte cada vez que se depara com tuas
poesias, com tuas falas de amor, de encanto,
continua sempre a levar a todos os teus humildes
servos como eu, o doce o encanto de tuas palavras
revolta-te como eu meu amor, com a indiferença,
com a fome , com o abandono, mais nunca com teu
instrumento maior de conquista das almas, vem e continua
a perfumar nossos caminhos , vem e junto comigo faz sempre
minha doce poetisa ...fazer alguém sorrir, eu chorar, mas
chorar como eu choro, por emoção...

Como gostaria de ter o dom dos poetas... não sei colocar
aqui a magia das palavras da qual os poetas têm tanta facilidade
mais sei falar com o coração e meu coração suplica não te revoltes
e te fala eu te amo
Paulo Nunes
21/12/2005

 

 
 
 
Tube DW
Musica - Richard Clayderman\i_do_it_for_you.mid
 

Indique este Site!

voltar