O sol se faz presente em minha janela,
seus primeiros raios convidam-me  a mais um dia.
Agora apresento-me e com a alma límpida...
Parto em direção das horas
que irão se fazer como linhas ditadas por mestres.
Nestas linhas conhecerei mais um pouco de tudo.
Do amor, que traz do bem estar da alegria
à  lágrima da ingratidão.
Mas devo em tudo retirar ensinamentos e aceitar,
pois não vim ao mundo só para sorrir...
Prefiro mesmo é ver o sorriso em meu próximo.
Assim, o dia se vai e a noite retorna,
lá vou eu para o meu leito.
Na certeza que a recompensa, meu amor, me espera.
Vivo pelo amor, vivo com o amor...Salve o amor!...

Paulo Nunes Junior
SP-Brasil
01/05/2006
 
**********
 
AMO
HELO ABREU
 
 
Eu trago tanto Amor dentro de mim!
Meu coração tem fantasia suficiente para sonhar!
O Amor que me traz pelo mundo é uma luz...
Uma luz que sobrevive num túnel escuro...
O túnel a que chamo vida é um caminho...
caminho que é tão belo e verdadeiro,
Mas, que em momentos se revela tão irregular...
Talvez o fato de ser irregular e incomodo por instantes,
Apenas o seja para que possa ser mais belo...
Porque a dificuldade que vive em cada olhar,
Que vive e se levanta em cada gesto de construir,
Somente nos quer libertar do passado e levar-nos,
levar-nos até ao sorriso de amanhã,
sempre com a luz no olhar...
Afinal, o Amor dá sentido à vida do Homem...
Sim, aquele que sofre por Amor é triste,
Sim, o Amor degrada a felicidade intensamente,
Assim como a água do Mar gasta a rocha da falésia...
Mas, qual outro modo de regressar à felicidade,
Senão pelo Amor e por toda a sua vida?
O Amor só por si pode esconder a nossa vida...
Por isso, para aqueles que sofrem profundamente,
Para todos os que viram seu sonham virar pesadelo,
Para aqueles que dizem andar com a tristeza no horizonte,
Enfim, para as almas que um dia o Amor fez chorar,
Eu dedico estas palavras e meus sentimentos escritos,
E pensem, todos vós, que uns versos também choram,
Choram porque eu quero um dia ser feliz, um dia...
Assim, minhas palavras serão, e espero que sejam,
Chamas de Amor que atiçam a vossa fogueira da vida,
Porque o verdadeiro Amor apenas pode ser atiçado,

E jamais poderá ser apagado    

**********

AMO-TE

Amo-te,  e amarei durante a eternidade,

Amo-te nos gestos, no teu sorriso, na sua voz.

Amo-te no todo que és.

Amo-te  no ar que respiro, num simples canto

Dos rouxinóis, no alvorecer e ao crepúsculo da morte.

Amo-te no sol que explode em sua luz para a terra

De manhã iluminar e me aquecer.

Nas chuvas que caem serei o choro do amor.

No frio que faz serei o calor.

Não deixe o amor morrer dentro de você, pois assim

Como morre uma rosa, assim como a nuvem se condensa, se transforma em chuva e se desfaz.

E essa mesma chuva  se transmutará em nuvem. E a queda da rosa não elimina a raiz que a gerou.

Pois o amor não morre, é como nuvem que se renova após a éstia, e como flores que retornam com a primavera.

Crer no amor é o vôo da fênix no céu interior de cada um de nós.

Amo-te pois o amor é renascença, é eternidade.

Enfim..apenas amo-te

 

LUCIANA DE D. PINHEIRO

(10/AGOSTO/2006)

 

 
 
Música: INSTRUMENTAIS\Silk_Road.wav
Imagens Royaltyfree
 
 
Edição e Arte

 
 

 
 

 

 

 

 

Indique este Site!

voltar