Morangos inesquecíveis....

 

Nós dois percorrendo o bosque,

brincando como crianças travessas,

aí que bom! Sentimento único mesmo...

Percorríamos entre os bosques

e lhe entregava as flores

que cuidadosamente escolhia para ti,

 nenhuma delas comparava a tua beleza,

nenhuma delas a teu cheiro,

 

ah dia aquele...

Mãos dadas como dois anjos

sentia-me junto a você flutuando

entre tudo aquilo que se

passava frente aos nossos olhos...

 como miragem...

 

Às vezes parava,

 me agachava a busca de uma pedrinha,

 para apertar e sentir que nada era sonho,

e, você, com seu sorriso maroto dizia-me:

Vamos amor...vem comigo!

 Percorrendo o bosque

como se estivéssemos

em nosso próprio templo,

único cercado pela natureza

que nos protegia e saudava,

 

O dia se vai sem que percebêssemos, a noite,

você demonstra medo e eu te digo:

nada temas, pois tens a mim

e eu sou teu cavaleiro,

 teu protetor, em num gesto único,

joga me ao chão e percebemos então

que estávamos em meio a muitos morangos,

 devagarzinho entre carícias

vai retirando-me as vestes

entrega-me os morangos em minha boca

que sedenta pela tua,

 suplica teus beijos

 

 você se entrega...

junto a teus morangos

que esparramam-se pelo nossos corpos

e diz: Agora amor, somos nos dois

e nossos morangos a guardar

este momento!...

ah que gosto de morangos!

ah lembrança doce!...

 

 

PAULO NUNES JUNIOR

 

 

 

 

 

 

Indique este Site!

voltar