Deusa da dor!

 

 

 

 

 

Agora encontro-me contigo deusa da escuridão...

 

vens tu sobre teu cavalo do apocalipse

 

anunciar o falso julgo?

 

Quem és tu que lança tua língua ferina

 

sobre os bons

 

antes de redimir-se perante o único

 

Deus onipotente?

 

Oras presunção...

 

 

 

Imaginar que atingirá os corações,

 

 teus olhos só atinge os fracos de alma,

 

os que sem fé vivem no charco-trevas

 

buscando sobrevir sobre a luz de outros?

 

Olhe a teu redor e volte-se ao amor!...

 

 

 

Renda-se ao único sentimento vivo

 

que toca as pessoas,

 

Não serão com tuas falsas profecias

 

que tocarás os humanos,

 

Teu ceticismo da luz faz-te longe do bem.

 

Que forças tens que foges do encontro

 

frente o oceano?

 

Certamente,

 

 porque representa fonte límpida

 

onde descarregam-se as amarguras,

 

e afogam-se os cavaleiros da escuridão!...

 

 

 

Apresento-me frente a vós...

 

Posso não dispor de tuas armas de falso encanto,

 

Falso moral, falsas verdades,

 

porque tudo em ti é falso...

 

Disponho de um coração humilde

 

voltado ao amor,

 

meu único Deus é o rei do universo,

 

só a Ele coloco-me de joelhos.

 

Este mesmo Senhor que te oferece

 

a terra onde pisas,

 

O alimento, o ar, mais...

 

Que te oferece também a luz que tanto temes.

 

 

 

Olhe em tua volta...Entregue-se ao amor!

 

Pois que os anjos logo te castigarão

 

por tudo de ruim

 

que preconizas com teu falso encanto!...

 

És tu uma serpente, sou eu filho do amor!

 

De teus ataques defendo-me com minha fé,

 

meu amor ao próximo,

 

Ao lado deste Senhor do universo estou e vós

 

 abaixo dele está!...

 

Volta-te a teu interior

 

Procure enquanto há tempo entregar-te ao amor,

 

Único, capaz de salvar-te.

 

 

 

Eis que o mesmo amor te dá a última chance,

 

Tome-a como última gotícula de esperança

 

Somente ela poderá trazer consolo e bálsamo

 

Às dores que sentirás!...

 

 

 

Paulo Nunes Junior

 

 

 

 

 

Indique este Site!

 

VOLTAR