Lembranças...lembranças...

 

Corro para a sacada e os olhos a se deparar com a imensidão dos oceanos,

a brisa que roça minha pele e as estrelas a despontarem

Ah, nesta noite de solidão procuro com meus olhos você,

que perdi em uma tarde cinzenta marcada pela incoerência e pela vergonha...

Agora, procuro-te entre as estrelas tentando sentir-me pertinho de ti.

Agarro nossa toalha e ainda sinto o cheiro de nossos corpos

lanço-me aos lençóis e sinto o calor de teu beijo...

Roço as flores e sinto tua pele ao redor,

teu cheiro toma conta de tudo!

 

Teus lábios sedentos pelo encontro dos meus

cada noite que juntos construímos nossos sonhos

projetamos nosso futuro, unidos um ao outro como um só...

Aquela força que advinha de nossas almas

entrelaçava o medo

derrotava a dor

gritava: somos fortes e daí!

A união de almas que por séculos se perderam

encontrando e fazendo em torno de si o arco-íris puro

de um amor que mesmo após o túmulo não seria vencido...

 

Agora, me recolho entre meu mundo,

minhas lembranças...

Enfrentando a noite fria, a madrugada misteriosa,

o silêncio que toma tudo...

Enfim,

agora, só lembranças...

 

Paulo Nunes Junior

 

 

 

 

 

Indique este Site!

 

voltar