Extrema unção...

 

 

Peregrinei entre povos e deparei-me com a guerra,

procurei o sorriso das crianças e encontrei a fome,

busquei as famílias e encontrei desavenças,

procurei o amor

e me foi dito que ali só residia agora o prazer,

procurei os oceanos e os encontrei manchados pela poluição desenfreada,

procurei os campos e no lugar de lavouras; encontrei arranha céus,

procurei as estrelas e vi as nuvens negras impedindo-as de serem vistas,

procurei as fontes límpidas

e as encontrei sendo guardadas por exércitos como grandes tesouros,

procurei a fé e encontrei os templos vazios,

procurei meus amigos e eles não tinham mais tempo

para mim,

procurei os pássaros e só encontrei as aves de rapina,

procurei as flores e só encontrei as artificiais,

procurei os bosques

e deparei-me com figueiras secas...

Olhei para tudo e, pude então perceber,

que chegará o dia da extrema unção do mundo...

Estava eu no futuro criado pelos homens

que não vislumbraram o amor!

 

Paulo Nunes Junior

 

 

 

Indique este Site!

 

voltar