AS ASAS DO ANJO

 

 

 

Fechei meus olhos e pedi algo aos céus

 

fui transformado por um instante em anjo e

 

corri em direção ao fogo da paixão lá te resgatei,

 

e entre nossos gestos de carinho fomos os dois

 

curando e cicatrizando cada uma das feridas criadas

 

pela queimadura do descaso, e nossos corações já.

 

dilacerados pela dor, se unirão e se transformou em um.

 

só ...

 

A luz deu lugar ao desespero e passamos atender os

 

a todos os chamados do amor.

 

De mãos dadas colhemos nossas lagrimas e percorremos

 

todos os lugares e com nossas lagrimas como gotículas de mel

 

jogávamos entre as flores...

 

Dores amenizadas e já fortes novamente, com a força do amor

 

que regenera.

 

Minhas asas já cansadas pediram a ti o aconchego de teu coração,

 

e através de teus olhos pude ver que havia um novo despertar

 

e do meu coração extrai minhas sementes mais pura e te entreguei

 

e pudemos na troca de nossos olhares perceber o quanto ainda  tínhamos

 

que agraciar a vida e vive-la em toda dimensão do amor.

 

Libertada dos horrores da dor do amor

 

Acordei!!!

 

Olhei para mim e não era o anjo, e sim alguém que passa junto de ti

 

lutar pela felicidade, corri e de joelhos frente ao mar agradeci a

 

Deus por você ser parte de mim agora...

 

 

 

PAULO NUNES JUNIOR

 

 

 

 

 

Indique este Site!

voltar