VOCÊ!

 

Entre em minha vida
Faz-me
escravo de teus desejos,
Entrego-me a você como a ninguém mais
Tomando para nós a missão
De perpetuar pelo mundo o amor,
Exemplo de luz, união real...

 

Você meu doce pecado!...
Faze de mim, de homem uma criança...
Envolvendo-me em teus braços
Com
lábios doces, comanda meus sentidos,

Transformando-se em alimento
Meu alimento físico e espiritual...
 
Você por quem abandonei conceitos,
Deixando-me cego na razão!...
Você que num só momento
Fez de  mim o ser mais radiante e feliz,
Para em outros, com seu desprezo,
Levar-me a conhecer a dor...

 

Dor que nem as profundezas das trevas
Poderiam fornecer...
Você anjo!...
Que às vezes torna-se meu guardião
Outras meu juiz implacável...
Você, a quem me dou como escravo e servo,
A quem ofereço meus sentimentos mais puros...
Você!...

À quem busco calor nas noites frias,
Brisa nos dias quentes...

 

Você que me faz tropeçar em amor bandido
Amor
sem fronteiras!...
Ah você!... Que domina meu íntimo...
Faz-me, por horas, sentir-me entre estrelas!...
Em outras nas profundezas do infinito,

Ah você!...
Mesmo com tudo que me faz passar...
Sem você não saberia mais viver,
Sem você me tornaria alguém sem rumo

Perdido pelo mundo iria,
Caminhar pelos desertos a tua procura
Iría pelos campos em busca de teu cheiro,
Sobre os oceanos ao encontro de sereias
E seres mágicos, só para te encontrar...

 

Você!... Não me abandone!...
Me faz novamente feliz,
Traz o sorriso a minha alma...
Você é o amor!...
E, sem amor eu não seria nada.
Sem você!... Criação dos deuses
Sentir-me-ia Zumbi da escuridão,
Pois, você é toda minha luz!

 


Paulo Nunes Junior
SP-BR
09/01/2006

 
 
 

Indique este Site!

Voltar