VEM PEQUENO... DEVOLVA-ME O QUE PERDI!

 

 

        Vem devagarzinho toma conta de meu coração,

Em teus dias mostra-me o caminho de volta,          

 Conceda-me a força que o teu antecessor me retirou,

Devolva-me aos olhos o brilho da alegria,

Dá-me o amor que foge entre as mãos...

Deixa sentir-me amado, desejado, querido,

devolva-me as palavras, o encanto, o gesto simples de simplesmente falar....Eu Te Amo!

 

Vem devagarinho reconstrói em mim tudo de bom, perdido no caminho e na selva da ingratidão,

faz-me sentir gente, desejado amado, devolva-me o sentido de pensar, buscar em mim as forças que sei que ainda me restam, transforme a minha gotícula de esperança em oceano de maravilhas, de sabedoria e de felicidade.

 

Vem dia-a-dia, minuto a minuto não castigue meu ser, tende piedade dos meus sentimentos, prepara-me sempre para o perdão.

Dei-me as forças de reconstruir tudo de bom, que se fora, deixado ao longo da estrada, dai-me sempre a luz, dai-me sempre o entendimento, dai-me  a paz.

Devolva-me os braços que me protegem, devolva-me o coração que me idolatrava pelos sentimos mais profundos.

Renasça em mil o vulcão do amor, faz-me sorrir, aplaudir a natureza, voltar a falar com os pássaros, sentir-me próximo aos anjos, faz-me um exemplo de amor de alegria e de força.

 

Ah!... fui castigado, duramente, por aquele que se vai,

será que tu vens para ajudar-me a fechar as feridas

será que me darás mais uma chance de voltar a ver meu coração bater, meu corpo tremer, será?

 

Enfim,... não há como fugir de ti...então...

Vem era do amor!  E cumpre teu papel!....

Vem, reconstrói os corações, sepulta as ofensas, os desalentos, as discussões, aproxime as mãos, abre o coração, de lugar, enfim... ao entendimento.....

 

Vem ano novo, vem!!!..........

 

 

PAULO NUNES JUNIOR

31/12/2005

 
 
 

 

Indique este Site!

Voltar