Néctar do Amor ...

 

O anjo do alto de seu jardim olha para a terra...

e depara-se com o desentendimento entre os povos,

com a miséria que toma conta de continentes,

com os corações amargurados pela descrença de novos dias...

 

O anjo resolve então vir em socorro dos frágeis,

E, ao se deparar com a terra...

Procura as flores que deixou e as encontra sendo embaladas para venda;

Procura as águas límpidas das inúmeras nascentes

e as encontra sendo represadas para serem comercializadas;

Mais adiante, no seu caminhar, busca então os pequenos,

e encontra a muitos nos becos escuros,

como se ratinhos fossem a se drogar e procurar os caminhos da violência;

Busca então a fé e, encontra alguns fazendo uso desta para colher moedas;

Busca então as aves e as encontra temerosas,

pois são caçadas para servirem de adornos em gaiolas de muitos;

Busca então os oceanos...E os encontra sujos diante da poluição lançada;

O anjo procura os velhos

e os encontra jogados em asilos pelos filhos, netos e bisnetos...

 

Sem entender...

O anjo, assustado, vai em busca de saber do porquê de tudo...

Volta o anjo para a casa de seu criador e pergunta:

- Mestre! O que aconteceu com o homem e a tudo que lhe dei de presente?

O grande senhor vira-se ao anjo tocado pela tristeza e fala:

- Faltou ao homem...Antes de dar continuidade a tudo que criastes grande anjo,

perceber que fizestes tudo com uma só semente, O Amor!

E, que sem ele tudo se acabaria!...

 

O anjo recolhe-se então a seu jardim

E sentado, a olhar para tudo, vem em sua face delicada a lágrima...

Ao ser indagado: Por que choras grande anjo?

Responde...

“ Para que minha lágrima, que é feita com o néctar do amor,

recaia sobre tudo que criei e possa dar-lhes a visão que nada

 poderá sub-existir sem o amor...

A única fonte da vida e da verdade!”

 

Paulo Nunes Junior

SP – Brasil

 

 

 

 

"Construamos a paz promovendo o bem"

 

 

 
 

Indique este Site!