CORAÇÃO DESESPERADO!...
 

Entre os jardins do passado busco-te,

colho as flores que me fazem sentir teu cheiro

e deito-me entre os bosques

sinto teu corpo no toque da terra quente.

 

Entre os pássaros, lembro-me a liberdade de nosso amor, neste canto, recordo-me de tua voz.

Ao olhar os céus sinto seus olhos abertos ao encontro dos meus.

E, ao ver o sol, chego a sentir o calor de nossa paixão.

 

Assim vou...

percorrendo esse mundo

que cobra-me a cada instante a tua distância,

tenho sede de teu corpo,

de teu carinho, de tua pele, de teus gestos.

 

Saudades que me faz ficar com o coração desesperado,

pensando em entregar-me à morte,

sem você nada consigo ser...

Em teus olhos fiz refúgio a minha alma,

em teu corpo o refúgio de meus instintos,

com sua saliva matava minha sede,

em nossos beijos a minha fome.

 

Agora, que tomas distância sinto-me fraco...

 entregando-me neste turbilhão de pensamentos

e neles você toma conta mais ainda de meu ser,

Aonde estas, para onde foste?...O que fazer sem ti?

Ajoelhar-me perante Deus e rogar-lhe?

Vou rastejar-me perante todos,

vou gritar pelas praças,

vou percorrer nações,

quero você de volta!...

 

Por meus erros foste-me

Agora,sem ti, nem mesmo errar consigo,

nada mais quero ser...

Deito-me neste chão frio

entrego-me por inteiro às lembranças

que devolve a meu peito o doce amor que me fizeste sentir,

busco forças para lutar  

trazer-te a este coração

que se transformou em desespero de amor

que te suplica volta meu amor volta...

 

Paulo Nunes Junior

25/05/2006

 

 

Indique este Site!

Voltar