BÁLSAMO!...


Você tem várias irmãs,
Você é parte de nosso “eu”, de nossa história...
Você é irmã da dor...
Irmã da morte...Irmã da fome...
Irmã do descaso...Irmã da traição...Irmã do fracasso...
Irmã oculta de nossos sentimentos mais profundos...

Ah você, nós faz de grandes homens,
seres sem proteção.
Parados no infinito de seu mistério.
Você que por muitas vezes denuncia
nossos sentimentos, nossas fraquezas...

Outras, nos faz ver o quanto ainda podemos ser gente...
Pois, você, também tem uma meio-irmã,
Ainda, que distante, chamada emoção!...
Que assume em seguida como felicidade...

Está então, ah...Como é linda!...
Surge nos momentos únicos!...
No carinho ao próximo,
em nossas conquistas
que por menores que sejam
nos faz grandes perante o mundo...

Ah...Esta tua irmã...Senhora maior...
Um sentimento que bate no peito, forte!...
Parecendo que o coração nos sai pela boca,
é a compensação de todas as outras irmãs
que nos machucam tanto...

Mas sabe senhora Lágrima,
passei a te aceitar quando vi
que nos dias mais tristes de minha existência, 
um anjo surgia a minha frente
 e tratava-me com folhas,
retiradas da pureza do Olímpo...
Enxugando-te logo de meu rosto
e levando ao Senhor esquecimento.


Sinto em cada um destes momentos,
que um ser, o maior de todos!...
E dono de nossos sentidos,
lembra-se sempre de socorrer-me...
Então, logo vejo que a senhora,
mais uma vez,
Passou em meu rosto,
e deixou uma semente
para meu aperfeiçoamento!...

 

Paulo Nunes Junior
14/01/2006

 


 
 

 

Indique este Site!

Voltar