Absoluta

 

 

Seduz minha alma com teu olhar penetrante,

faz de mim homem-menino

Retira-me a razão,

Levando-me a este jogo sem fim de sedução...

Lança-te em meio aos meus lençóis

tomando-se o néctar de minha essência!

Entrego-me neste jogo maluco, chamado paixão...

 

Tua pele de seda com aroma selvagem

Mulher tigresa...

Desejando ser domada por mim, agora teu dono e senhor!

 

Nestes instantes de prazer absoluto jogo-me em teus braços

Confundo-me com o próprio tempo,

Faço dele pequeno diante de nosso fogo...

Penetrante nas entranhas mais profundas de nossas almas.

 

A ti entrego-me sem querer saber do amanhã,

Hoje, contigo, é a eternidade a cada minuto a teu lado

Sempre de horas intermináveis, múltiplos gozos...

Elevando-nos aos jardins do próprio Eros, a invejar-nos...

 

De minha tigresa faço senhora, rainha de minhas selvas...

Entrego-te meus segredos até então impenetráveis.

Agora faço de nosso amor essência mais pura,

Mais doce que mel, com gosto de pecado...

Quero-te por todos os meus dias a fazer-me teu escravo...

Teu senhor... Teu amor...!

 

Faço de ti meu universo, meu tempo, meu sol, minha lua,

Minha estrela absoluta!

Viajo entre o infinito, contigo enfrento a tudo.

Lanço-me teu defensor e senhor, rainha de meus castelos!

Vem, vamos viver intensamente nossa paixão!...

Entregando-se, um ao outro, da maneira mais louca,

Sem limites, sem barreiras...

 

 

Paulo Nunes Junior

 

 

 

 

“Construamos a paz promovendo o bem”

 

 

 

 

 

 

 

 

 
 

 VOLTAR

 

Indique este Site!