Conheci Um Anjo

 

Nas áridas areias do deserto de minha'alma

Sombrias esquinas de meu particular apocalipse

Via-me sem esperanças e em desconsolo.

 

Não conseguia avistar o final do túnel

Da estrada acidentada de minha vida

Mesmo tendo amigos sinceros que tentavam mostrar-me a rota.

 

Até que num dia ensolarado lá fora e negro em mim

Surgiu à minha frente de forma encantada

Um ser iluminado, ofuscando minha mente e olhos.

 

Eras-tu amigo querido, alma boa e generosa

Que trazias teu sol para incandescer meu dia

E encher-me o peito de alegria!

 

Com as mãos cheias de afeto e esperança dissestes:

- Dá-me tua mão e siga-me, teus tempos ruins acabaram

Deixe que te guie, esqueça os tempos passados.

 

E esqueci amigo,

Entregando-me cegamente ao roteiro

Que para mim traçaste.

 

Foi quando notei em minha cega trilha

Que conheci um anjo!

 

E neste dia, tive a certeza de que Deus está ao meu lado

E jamais me desampara!

 

Agradeci!

 

A Ele e a ti, amigo querido!

 

®Tania Lemke

17/07/06

 

 

Poema dedicado ao meu querido amigo Paulo Nunes Junior, um ser humano excepcional, um amigo sincero e sempre presente, um verdadeiro anjo de Luz!

Obrigada por existir meu amigo!

 

Tan

 
 
música:  Família Lima-Sonata por violino e basso contínuo-wal.wav
Imagens royaltyfree
 

 

Indique este Site!