Vem pra mim...

 

No calor do teu corpo caliente

me entrego entre delírios e suspenses

de te tirar a roupa de maneira indecente

num delicioso arfar de corpos quentes

 

Na penumbra do quarto a espera

de você saindo de toalha do banheiro

arranco esse objeto que separa

teu corpo do meu, que desassossego

 

Vem, caminha pro nosso celeiro

onde faremos coisas inimagináveis

eu vou te levar ao espaço

e te falei ver estrelas incontáveis

 

eu...

você...

nós...

na cadência do amor

 

Paulo Nunes Junior

16/12/2005

 

 

 

Quisera ....

Quisera  entender a linguagem dos poetas, dos anjos ...

Quisera poder saber o você que pensa, o que quer de mim ...

Quisera entender suas vontades, seus pensamentos,

Que tanto se esconde nas rimas e maravilhas das palavras não ditas,

nas recitadas ...

Quisera meu amor, entender o seu querer,

Na  simplicidade das palavras, no dizer por dizer ...

Quisera minha vida, ser sua ou não,

Desistir  ou esperar,

Reviver ou  continuar, sem que e muito menos nem porque...

Deixa-me sempre ...

Sozinha a sonhar, a delirar,

Querendo decifrar sua poesia e sua escrita,

Esperando uma palavra para continuar ...

O que quer meu amor?     O que deseja?

Ter-me ao seu lado, tentando achar o amor,

Ou omitir-se dentro da sua dor?

Diga-me meu grande amor,

       O que quer que eu faça ou espere ... 

       Simplesmente e claramente, diga-me ...

Amo ... e continuarei amando...

À sua  espera, ou longe de tudo

Sendo meu companheiro ou amigo, sendo lá quem for ...

Apenas, diga-me ...sem rimas, sem poesias....

Apenas, diga-me ... O que sou para você, o que quer?

Por favor, diga-me ....

Até já... ou adeus ... mas diga-me...

Não hei mais de esperá-lo, se dúvida tiver, a partIr de agora!

A vida me espera... e não  deve me fazer esperar pelo nada, ajuda-me ...

Pelo amor que sinto, não hei de nada mais esperar, me faz infeliz...

Queira ou não... é só dizer-me, aceitarei da mesma forma,

mas não posso continuar assim ... e não posso esperar mais, desculpe-me... 

Esteja em paz, de qualquer maneira, seja feliz seja lá o que escolher, mas seja você ...

Márcia Jac

"a
 
 

Indique este Site!

Voltar