POR UM DESEJO ARDENTE, VEM!...

Carmen Ortiz Cristal

 

Ouço!! Quanto é doce teu chamado!...

Doce apelo da tua ansiosa alma amante

Delicioso querer do coração apaixonado!...

Em nós como um rio escaldante...

 

Preciso acreditar ser plausível

Viver como nos contos de fada

Uma história de amor impossível

Realizando desejos na madrugada

 

Seguir contigo o rastro das estrelas

Fluentemente dando voz ao sentimento

Subjugados  pelo mesmo querer

No amor, amar em consentimento...

 

De ti, queres que eu veja e eu vejo!...

De mim, queres que eu sinta e eu sinto!...

Não me torture!... Sacia-me do teu beijo

És tudo o que mais quero, eu não minto

 

Deixe-me ser tua verdade, tua inspiração!

Loucuras reais para meu poeta amado

Encontro em versos de paixão, ser emoção...

Puro ou pecaminoso real amor desejado

 

Nas rimas do que sou não há limites vou além

Para nas entrelinhas fazer amor, ser melodia.

Ouço e respondo sem medos: Te espero, vem!...

Seja meu que serei tua!... Vida e poesia...

 

A natureza fala por nós,  nos aguarda,

Um dia pagaremos por nossas indecisões,

 

Não tarde!...

 

Santo André

SP-BR

 

Por um Amor verdadeiro!...

Paulo Nunes Junior

 

Chamo-te entre todo encanto do universo

Minha alma grita por amar-te

Meu coração se desespera por ti

E como um oceano de paixão, te quer...

 

Em teu mundo adentro

Ao meu, recebo-te e faço de ti

Cinderela de meus sonhos

Princesa de meus castelos...

 

Entre todas as estrelas reconheço-te

meu chamado por ti

é mais forte que os meteoros

e ao teu encontro vou...

 

para amá-la consciente e intensamente;

Nada quero esconder-te,

Quero que sinta-me como eu sinto

De teus beijos faço meu néctar...

 

Meus lábios são teus, meus desejos...

Minha verdade vem do caminho que sigo

Minha inspiração é o amor

Minhas loucuras divido contigo...

 

Fizeste-me poeta do amor

Nas rimas do  amor não se coloca limites

Faço das entrelinhas história de amor real

Escuta-me por isto entende este coração

Minha poesia e vida tu poderá ser?

 

A natureza é justa, sabe ser sábia e entende meu coração;

Poderei pagar pela indecisão, jamais ferir na precipitação

Não, logo chego....

 

Paulo Nunes Junior

26/05/2006

 

Indique este Site!

Voltar