NO MUNDO DOS SENTIDOS...
Carmen Ortiz Cristal

 

Vazios que dilaceram a alma,
calam a razão!...
Solidão que empurra ao caos...
Noites mal dormidas,
Dores de um amor
Um amor solitário...
No desatino a busca por consolo
Descobrir abrigo em outros braços
Desencontros!...
Dores e dissabores, dor e lágrima!...
Encontros que silenciam o coração

Deitar sobre o esquecimento
Viver por viver na ordem animal...
 
Santo André
SP-BR

 

 

 

 

 

NO MUNDO DOS SENTIDOS...

 

Quando nossas almas se encontram

dilaceradas pelo amor bandido,

eu e você voltamos a sonhar,

a razão ressurge meio que embaralhada

pelo sentimento maior,

solidão nunca mais

noites mal dormidas talvez

mas de hora em diante divididas,

dores de amor compartilhadas e assim

o amor até então solitário se foi e

lugar ao esplendor da luz,

consolo não buscamos mais 

juntos somos agora fortes para

levar consolo a muitos que como nós

sofriam do mesmo mal.

Descobrimos no abrigo agora de

nossos braços o ninho seguro e dentro

dele esquecemos por instantes dos

desencontros da vida!

Dores dissabores , dor e lágrima

todos esquecidos diante do sentimento

maior que de hora em diante toma

conta de nossas almas!

Nosso encontro faz com que os corações

se abram e gritem a todos,

vale a pena acreditar...

Deitamos juntos, 

às vezes trocamos só carinhos e olhares

observamos ao nosso redor aqueles

que só vivem por ordem animal,

um com o outro trocamos olhares

e falamos que tempos aqueles,

nossa como agora se faz distante.

E gritamos Viva...

Viva o Amor!!!

 

PAULO NUNES

21/12/2005

 

 

 
 
 

 

Indique este Site!

Voltar