DOCE AMOR

 

Corpos entrelaçados,

lençóis caídos,

O nosso amor em todos os cantos

nosso ninho de amor,

rolamos como dois malucos,

dias, tardes, noites insaciáveis de prazer contínuo ,

beijos, carícias, confidências, promessas...

 

Almas entrelaçadas em amor doce,

doce instrumento de minha vida,

tomando-me a razão, a alma.

Você entra em meu coração de fininho

teu jeito manhosa comanda meus sentidos.

 

Agora tu fizeste a razão de meu viver,

durmo na ânsia de despertar, e vê-la,

corro em busca de teu corpo,

contigo transformo-me vulcão ,

em teu beijo sinto o néctar das flores mais belas,

como beija-flor quero permanecer sentindo teu sabor.

 

Você agora toma-me por completo,

nada sou sem a tua presença,

pois agora estás em mim,

senti-la em tudo faz parte de meus dias,

se olho para o sol;

lembro-me do calor que vem de nossos corpos,

se vejo a lua, lembro-me de nossos olhos.

Se olho para os oceanos;

lembro-me da dimensão de nosso amor....

 

Você é meu doce amor,

contigo sou estrela ,

sem ti...faço-me carvão,

um carvão a tua espera sempre.

E pronto a tocar-te 

 voltar a ser a grande brasa de amor...

 

vem, vamos nos amar feche as janelas

apague as luzes!...

acenda as velas da paixão...

vamos viver nosso doce amor!

 

Paulo Nunes Junior

18/05/2006

 

*******************

 

DOCE E GRANDE AMOR...

Carmen Ortiz Cristal

 

Somos a visão do prazer

na desordem da paixão

      Na doce forma de canção, escondidos do mundo

usufruindo os versos que tecemos em carícias

únicos num universo de querer só nosso,

eternos amantes, companheiros.

 

Fugidos das tristezas

acordes de uma música divina,

Em teus braços sou emoção

Possuindo-me no mais profundo de mim

Já não te resisto, entrego-me...

 

Para ti serei, por ti existirei!

Encontro no outono de nós dois

que ansiosos seguimos desejosos a espera

 por caricias a serem compartilhadas

envolvendo-nos sem mácula

 no amalgama da paixão que nos devora

essenciais guardadas na fome de nós

Sugando as delicias que me trazem vida...

 

Duas metades que se encaixam com perfeição

côncavo & convexo estou em ti,

como estás em mim preenchendo os espaços

sem ti minhas horas são vazias, te busco!

tua luz será mais intensa, mais calor...

inebriando nossos momentos

A magia que nos aprisiona e envolve

De uma imensidão real aonde não há medidas...

 

Estrela a encantar meus dias

Companheira de minhas noites

transformo-me em pó

Brasa incandescente

Ascendendo todos os desejos 

escravo de um divino querer.

 

a cumplicidade está ali, em nós!

possuindo-nos integralmente,

cheiro de amor no ar

Só a nós cabe esse bem...

Meu doce e grande amor

Vem que aqui estou!...

A tua espera...Vem!...

 

Santo André

SP-BR

 

 
 
 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Indique este Site!

Voltar