Uma borracha por favor!!! 

 

Precisa, rápida, qualquer uma, tenho pressa, quero logo apagar!

Os erros que cometi...Hoje senti vergonha, tive  pena de mim...

Tive sim!...Havia muito mais a ser feito...fiz tão pouco!

Além do que fiz errado...

Caminhar,  isso que farei, recomeçar,  desculpas? Não dá mais...sem motivos de tim-tim.

 

Poderia ter sentido mais o amor semeado amplamente faltou-me o toque....

Faltam-me as palavras, poetas, perdoem-me....

 

Acho que é isto desligar-me das formas, dos vocábulos, da aparência, da razão..

Soltar-me tão somente ao amor desprovidos...do interior de meu espírito retirar as nuvens carregadas,

Deixar chover... em minha alma novamente as gotas benfazejas de renovação,

Ouvir de dentro de mim mesmo a voz gritante do bem maior e pulverizar esta emoção,

Ao léu, Com a bondades dos céus... com a ajuda de brisa, das águas de turmalina...

Oh! Como é difícil este vôo de águia!...

Venha, .não me abandones, forças de trovão, preciso do raio incandescente de suas mãos...

Libélula, é,... pode ser...penso nela no ano novo!....

 

TIM-TIM...SIM!

 sempre!!!

 

Princips

 

Feliz Ano Novo!!!  Companheiros deste grupo maravilhoso!

Indique este Site!